História

A idéia da criação desta instituição deu-se nos idos de 1968, por um grupo de médicos que se reunia na casa do médium, Spartaco Ghilardi, à Rua Rosa e Silva, em São Paulo, e evidentemente só poderia ter sido “programada” antes da reencarnação. A 30 de março daquele ano, sua fundação foi concretizada na biblioteca do Hospital São Lucas, em São Paulo, sob as bênçãos do Dr. Bezerra de Menezes e Batuíra.

Mais tarde, por volta de 1995, foi criada a Associação Médico-Espírita do Brasil (www.amebrasil.org.br) com o intuito de agregar todas as AMEs existentes em nosso país.

Desde a fundação da AME-SP, fizeram parte de seu quadro associativo, nos mais diversos cargos, espíritos da mais elevada consideração, como Antonio Ferreira Filho, Luiz Monteiro de Barros, Roberto Brólio, Reynaldo Kuntz Busch, Adroaldo Modesto Gil, Eurico Branco Ribeiro, Oswaldo Jesus de Oliveira Lima, Ary Lex, Elisete Santana, Luiz Carlos e Miguel Dorgan, Antonio Godinho de Mônaco, Maria Júlia e Ney Prieto Peres, Marlene Nobre, Abrahão Rotberg, Alberto Lyra, Ney Coutinho, Alfredo de Castro, Homero Pinto Vallada, Elisabeth Rezende Nicodemos, Marco Antonio Palmieri e Sérgio Felipe de Oliveira, somados a outros diversos colaboradores.

Desde 1980, a AME abraça também outras classes de profissionais liberais interessados na Área da Saúde ou em pesquisas afins, mantendo a exigência de que sejam espíritas kardecistas.

Dentre as atividades já desenvolvidas pela entidade, podemos citar três SIBRAPAMEs – Simpósio Brasileiro de Parapsicologia, Medicina e Espiritismo – realizados no auditório principal da USP; palestras com autoridades internacionais tais como Dr. Ian Stevenson, H. N. Banerjee, Thelma Moss e Cleve Baxter; produção de Boletins, em um total de onze, além de vídeos dos cursos e palestras produzidos por seus membros.

A partir de 1991, a cada dois anos, realizou-se o Mednesp, congresso médico-espírita de âmbito nacional, que deu origem, em 1995, à Associação Médico-Espírita do Brasil - instituição que congregou as AMEs de todo o país e que passou, em 1997, a ser responsável pela realização dos congressos nacionais, tendo trazido desde 2003, ilustres convidados estrangeiros que abrilhantaram o evento, como os Professores Drs. Harold Koenig, Amit Goswami e Peter Fenwick.